Por Dr. Gomes


O juiz Francisco Vildon José Valente, do 10º Juizado Especial Cível de Goiânia, condenou o Banco Itaú S.A. a pagar R$ 1 mil a três correntistas a título de danos morais por terem esperado pelos serviços da instituição durante longo tempo na fila, além de sofrerem desrespeito por parte do gerente da agência.

Indignados com a demora no atendimento, Dalva Ferreira da Costa Tocantins, Hellen Brito Teixeira e Silva e Reinaldo Henrique Silva ajuizaram a ação de indenização afirmando que o problema ocorreu em 3 de julho de 2006. Segundo seus relatos, a espera pelo atendimento na fila se estendeu por cerca de uma hora e ao questionar o gerente sobre os motivos do atraso, ele atribuiu o fato a um tumulto provocado por eles e os demais usuários que estavam no local. Para o juiz, os correntistas comprovaram as alegações por meio de farta prova testemunhal.

De acordo com o magistrado, os danos morais só são devidos se, em razão da espera na fila de atendimento, surgirem indícios de má prestação de serviço ou abuso de direito contra o cliente. “Aqui, é a má prestação de serviço que se destaca”, comentou, lembrando que toda instituição bancária, ao celebrar contrato de prestação de serviços com seus clientes, deve contratar pessoal suficiente para o bom atendimento e, para isso, “precisa se dispor a aceitar a redução de seu lucro com gastos na contratação e formação de maior número de empregados”.

Ainda segundo o magistrado, a omissão na contratação e formação de mais empregados representa descumprimento contratual, configurado no defeito na prestação do serviço, e enseja reparação de danos causados aos clientes.

“A alegação do Itaú, através de depoimento do gerente da agência, no sentido de que o fato narrado se deu em dia em que a agência estava lotada por ser dia de pagamento de aposentados do INSS e de funcionários do Tribunal de Justiça não serve como excludente de sua responsabilidade, eis que os artigos 1º e 2º da Lei Municipal 7.867/99 já lhe impõem a obrigação de colocar pessoal suficiente no setor de caixas , para que o atendimento seja efetuado em até 20 minutos nos dias desses pagamentos”.

Fonte: Última Instância, 06/08/2007 (link a acima).

Leia também no mesmo site: “Bradesco é condenado a indenizar por demora no atendimento“.

02
ago

Copa Rural

Por Dr. Gomes

A Canabrava FM vai transmitir a partir do próximo sábado a Copa Rural de Ribeira do Pombal. Enquanto o campeonato não começa você pode saber o que está ocorrendo nos bastidores através do programa Canabrava Esportes. Vá agora aos Links do Blog (à direita) e acesse a Canabrava FM.

Por Dr. Gomes

FACULDADE AGES É HOMENAGEADA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

Clique AQUI e leia a matéria publicada originalmente no Diário Oficial do Estado (Editor PDF).

Por Dr. Gomes


Gestão Participativa: Case de sucesso é apresentado para funcionários e instrutores do Senac Alagoas
O professor baiano e Diretor Geral e Acadêmico da Faculdade AGES, José Wilson dos Santos, proferiu palestra no dia 15 de maio, no auditório do Senac Poço, intitulada Gestão Participativa: Case de sucesso aplicado na Faculdade Ages. A direção regional, gerentes de áreas, demais funcionários, instrutores e alunos do Senac participaram do evento. José Wilson dos Santos falou da importância da determinação, do trabalho e da inovação para a obtenção do sucesso no ambiente corporativo. A Faculdade Ages, que ele administra no município de Paripiranga, a 360 km de Salvador, é pioneira no nordeste como instituição de ensino e referência na região.

“Para ser um referencial é preciso trabalhar muito, fazer a informação circular e fluir entre todos os funcionários. É preciso também estar bem consigo mesmo e para isso, não é necessário ostentar uma roupa de grife”, ressaltou o diretor da Faculdade Ages, explicando que antes de chegar ao sucesso no setor educacional foi um “pé descalço”. José Wilson dos Santos destacou ainda a importância das parcerias com instituições e empresas e a valorização do alunado. Muitos dos atuais funcionários da Faculdade Ages são ex-alunos da instituição que tiveram a oportunidade de mostrar o talento em outra função.

Fonte: SENAC/AL.

Por Dr. Gomes

O material já está disponível. Muito em breve mostraremos como o governo Zé Grilo está torrando o dinheiro público.

A incompetência é uma das principais causas!!!
Página 580 de 759« Primeira...102030...578579580581582...590600610...Última »